Partilhe esta Página



Toxina Botulínica Ácido Hialurônico na Odontologia
Toxina Botulínica Ácido Hialurônico na Odontologia

 

 

Toxina Botulínica "Botox" e Ácido

Hialurônico na Odontologia - de A a Z

Tudo o que você precisa saber sobre as duas principais terapêuticas da Harmonização Orofacial para dentistas.

 

 

A toxina botulínica "botox" e os preenchedores são as principais terapêuticas utilizadas na harmonização orofacial por dentistas, em sua área de atuação. Geram um incremento financeiro significativo no consultório, devido a serem rendas recorrentes, o paciente satisfeito sempre retorna para reaplicar.

 

Informamos que a de acordo com a Lei Federal 5081 e resoluções vigentes do Conselho Federal de do CFO (Conselho Federal de Odontologia), O Cirurgião-Dentista está apto a utilizar tanto Toxina Botulínica, quanto Preenchedores em Procedimentos odontológicos (veremos isso mais para frente).

 

Neste artigo você conhecerá estas duas terapêuticas: Toxina Botulínica e Ácido Hialurônico, suas principais aplicações na Odontologia, além da Lei e resoluções que norteiam suas aplicações por dentistas.

 

Vamos lá?

 

 

1 – Toxina Botulínica na Odontologia

 

 

Desde que foi aprovada para o uso cosmético, a toxina botulínica passou a ser empregada em várias regiões do rosto como uma forma de suavizar rugas ou linhas de expressão.

 

Antes de apresentar a Toxina Botulinica Tipo A devemos entender o significado dos medicamentos biológicos. São produtos elaborados com substâncias ou princípios ativos (macromoléculas) de origem biológica como microorganismos, órgãos e/ou tecidos de origem vegetal ou animal.

 

A toxina age seletivamente no terminal nervoso periférico colinérgico, inibindo a liberação de acetilcolina. Uma vez injetada no músculo a TB atinge a terminação nervosa colinérgica através da associação das propriedades de dispersão e difusão, e lá chegando, inicia sua ação.

 

Ela atua bloqueando a liberação do neurotransmissor acetilcolina que é responsável pela contração muscular, e ao ser aplicada diretamente sobre o músculo responsável pela formação das rugas e linhas de expressão promove seu relaxamento temporário, obtendo-se uma face com aparência mais calma e rejuvenescida, com desaparecimento das marcas de expressão.

 

 

Fascinante, caros doutores. Sigamos em frente.

 

 

PRINCIPAIS INDICAÇÕES DA TOXINA BOTULÍNICA NA ODONTOLOGIA:

 

Sorriso gengival

Um sorriso atraente e estético depende de uma adequada proporção entre dentes, gengiva e lábio. Ao sorrir, o lábio superior deve mostrar em torno de três milímetros de gengiva. Exposição maior que isso é conhecido como sorriso gengival. A prevalência nas mulheres é cerca de duas vezes maior que em homens. Pode ser tratado com toxina botulínica.

 

Bruxismo

Caracterizado pela contração anormal da musculatura mastigatória. A pessoa com o distúrbio tem o hábito de ranger ou apertar os dentes. Ele surge da contração excessiva do músculo mais forte do corpo humano, o masseter, que é responsável pela mastigação e pelo fechamento da mandíbula. Apesar de incurável, o problema pode ser controlado.
A toxina botulínica ganhou fama nos tratamentos estéticos por retardar o surgimento de marcas de expressão, mas tem conquistado espaço para diminuir dores provenientes do apertamento dentário, aliviando as dores de cabeça e relaxando os músculos da face. 
-
-
Paralisias

O objetivo da Toxina Botulínica não é substituir o tratamento das doenças, mas devolver qualidade de vida aos pacientes que apresentam problemas como rigidez muscular e espasmos na musculatura - complicações comuns decorrentes de AVC (Acidente Vascular Cerebral), traumatismo cranioencefálico, esclerose múltipla, doença de Parkinson em estágio avançado e até paralisia cerebral.

 

 

Rugas

As rugas são sinais naturais da pele, que inevitavelmente aparecem conforme os anos passam. Por motivos terapêuticos e estéticos, a busca por procedimentos que atenuam a presença delas é cada vez maior. Um deles é a toxina botulínica. Para terço superior é necessário indicação terapêutica.

 

 

Dor Orofacial

Se você tem dor na cabeça, na face, no pescoço ou na boca, é sinal de dor orofacial. As causas são diversas, a dor tem origem no sistema nervoso, e é relacionada com fatores psicológicos e doenças graves, como tumores. As dores de origem dentária continuam sendo as mais comuns na população em geral. O uso da toxina botulínica tem ganhado força como terapia alternativa e inovadora ao problema. 

 

 

 

Gostou da Toxina Botulínica? Nós do Contox / RGO, particularmente, adoramos.

 

E agora? Partiu conhecer um pouco do Ácido Hialurônico na Odontologia?

 

 

 

2 – Ácido Hialurônico na Odontologia

 

 

O ácido hialurônico é uma molécula sintetizada ao nível da membrana celular de um fibroblasto e/ou de um queratinócito, constituindo fundamentalmente o componente da matriz extracelular.  A sua presença no tecido conjuntivo determina a textura e tonicidade.

 

Ocorre diminuição da sua concentração na pele com a idade, o que leva à diminuição da hidratação local, além de tornar a derme menos volumosa e com tendência a formação de rugas.

 

O ácido hialurônico é um preenchedor reabsorvível e desde a sua introdução no mercado tem ganhado sua popularidade entre os profissionais e o público, graças a sua alta biocompatibilidade, versatilidade e elevado grau de segurança e são hoje considerados o tratamento gold standard dos produtos injetáveis.

 

Na Odontologia, o ácido hialurônico vem sendo utilizado como complemento ao tratamento periodontal ao promover aumento de volume das papilas interdentais, reduzindo ou eliminando o black space, preenchimento facial, além do uso na suavização de marcas estáticas e no equilíbrio da face nas perdas teciduais.

 

O preenchimento facial está indicado nos casos de correção de depressões cutâneas ou rugas profundas, no aumento de volume labial e em casos de atrofia dos tecidos moles faciais e no restabelecimento do volume facial.

 

 

PRINCIPAIS INDICAÇÕES DO ÁCIDO HIALURÔNICO NA ODONTOLOGIA

 

 

Papilas

Defeitos mucogengivais em decorrência do avanço da doença periodontal resultam em perda óssea alveolar e consequente migração apical da papila interdental, levando à formação de triângulos negros que comprometem a estética do paciente. Podem ser corrigidos com preenchimento de ácido hialurônico.

 

 

Escultura Labial

A boca e os lábios são uma das áreas mais destacadas em uma face. Com o tempo e as características anatômicas de cada indivíduo, os lábios ficam mais finos e com pouco volume. Alguns hábitos como o tabagismo podem causar rugas prematuramente ao redor dos lábios, resultando em envelhecimento prematuro. Atualmente, o material utilizado para delinear e preencher lábio é o ácido hialurônico.

 

 

Sulcos Faciais

Os sulcos faciais são caracterizados como depressões (ou ranhuras) situadas na superfície da pele, sendo marcas mais profundamente que as rugas de expressão. Eles ocorrem devido ao afrouxamento da derme e da musculatura da face, decorrente de diversos fatores, entre eles o envelhecimento, as expressões faciais e a ação da lei da gravidade. Podem ser preenchidos com ácido hialurônico e outras técnicas.

 

 

Volumização

As áreas receptoras mais comuns são maçã do rosto e contorno da mandíbula, onde a perda de volume causada pela idade é maior. Consiste em restabelecer a volumização da face com o uso do Ácido Hialurônico em pontos estratégicos.

 

 

 

E aí? O que você das possibilidades destas terapêuticas? 

 

 

ATENÇÃO: Lembramos também que o maior mito, boato e fakenews é que o dentista não pode aplicar toxina botulínica e ácido hialurônico.

Lei Federal 5081Prescrever e aplicar especialidades farmacêuticas de uso interno e externo, indicadas em Odontologia

Resolução CFO 145: Permitir o uso do ácido hialurônico em procedimentos odontológicos, com reconhecida comprovação científica.

Resolução CFO 146: O uso da toxina botulínica será permitido para procedimentos odontológicos e vedado para fins não odontológicos.

Resolução CFO 176: dispõe sobre o uso da toxina botulínica e preenchedores faciais, em casos terapêuticos funcionais e/ou estéticos, dentro da área de atuação dos cirurgiões-dentistas em conformidade com a Lei Federal nº 5.081/66.

 

 

Portanto, SIM, nós podemos! Yes We Can!

Mas não se esqueçam, todas as atuações do CD e seus procedimentos, devem sempre ter como base e justificativas o uso odontológico.

 

Até breve, BLOG RGO

 

 

Participe de uma edição do Contox e fique por dentro de todas inovações e tendências da Harmonização Orofacial

 

Referência na HOF na América Latina, o congresso nasceu no Brasil e tem como objetivo promover em cada cidade, as possibilidades do uso de toxina botulínica e preenchedores pelos dentistas.

 

 Conheça as 3 cidades do Contox em 2019 

 

 

15º CONTOX em Santiago do Chile > 27 e 28 de abril de 2019

De volta para a 2ª edição na capital chilena, o congresso contará com professores renomados e clínicos pioneiros da América do Sul e Europa. 

Inscrição Brasileiros: https://contox.com.br/contox-chile

Demais nacionalidades: https://www.contoxchile.cl/

 

 

16º CONTOX em Balneário Camboriú > 1,2 e 3 de maio de 2019

Todos os anos, em cada cidade, dentistas se reúnem no Contox para discutir Harmonização Orofacial e caminhos para o seu futuro na Odontologia. Em Balneário Camboríú, serão 3 dias de conferências, mais de 18 professores e expo comercial com as melhores marcas.

Infos: https://contox.com.br/contox-balneario-camboriu

 

 

17º CONTOX em Medellín na Colômbia > 31 de maio e 1º de junho de 2019

Pela primeira vez na Colômbia, será uma festa da harmonização orofacial na Odontologia. Com professores de toda a América Latina

Inscrição brasileiros (em breve):
Demais nacionalidades: https://www.contoxcolombia.com/

 

 

Um encontro com coerência, diversidade, acessibilidade, criatividade, diversão e integração... O que acontece no CONTOX se multiplica

 

 

Mais informações > PREENCHA O FORMULÁRIO ABAIXO:


Chama direto no Whatsapp, clique: http://bit.ly/2NRCWBA
51 9-9982-8461 / 51 3248-1195 / rgo@rgo.com.br